Resenha: Kamaleon - Camila B. Monteiro | Garota Indecisa

Resenha: Kamaleon - Camila B. Monteiro

Kamaleom
Autor(a): Camila B. Monteiro
Nro Páginas: 192
Editora: Catavento
Classificação: ★★★★★ (03 estrelas)
Sinopse:
Kamaleon é um reino encantado onde vivem seres chamados Lampys. Toda energia destas criaturas vem das cores e por esse motivo, tudo em Kamaleon parece do avesso aos nossos olhos, mas significa a mais incrível harmonia para eles.
Lilly Prans, que acabou de atingir idade suficiente para se tornar uma Escolhida, trabalhará diretamente com os poderosos Conselheiros Cinza do reino, mas também vai viver a maior aventura de sua vida quando, seu mundo cruza com o de Devox um Lampy banido há várias gerações.
Ser responsável por colorir todo seu reino e ainda por cima entender quem é o temido Devox verdadeiramente é só o começo da era mais famosa da história de Kamaleon.

O livro tem uma linguagem fácil e delicada. Ele é pura magia e tem um ar bem juvenil mas que não impede a leitura para adultos, confirmo isso pois tinha lido um romance de época antes e não vi dificuldade alguma em ler este livro depois, na verdade fluiu perfeitamente bem, foi até nostálgico pois o livro como disse se trata de magia, é delicado e cativante, um conto de fadas contado em primeira pessoa contada por um narrador misterioso, que através de seus olhos consegue nos mostrar o encantador e magico mundo de Kamaleon e suas peculiaridades.


Kamaleon é um reino encantado onde vivem seres chamados Lampys, que vivem em harmonia e em cores, isso mesmo as cores são sua fonte de energia mais vital, então as cores e a alegria prevalem neste lugar.
De tempos em tempos ocorre uma das noites mais importantes deste lugar, a Noite da Escolha onde todos os lampys que tem idade suficiente se apresentam junto com os conselheiros cinzas, para ver quem será o escolhido que irá ser responsável por controlar toda a energia do reino.
Lilly Prans é um forte candidata, apesar de jovem demonstra uma forte aptidão com as cores e tem um brilho especial, mas tudo pode mudar já que sua história acaba se cruzando com a Devox.

Mas essa garota, Lilly, era diferente, curiosa. E é ela que transforma esta história em um conto de fadas. Portanto, era uma vez...

Há muitos anos atrás um lampy talentoso mas muito ambicioso foi banido do Reino e nunca mais visto, mas parece que o destino desses dois estão mais ligados do que se imagina.
O livo conta m pouco da estória de cada um, como o foco em Lilly e seus amigos, sua mãe e seu conselheiro  Milom, além de suas trapalhadas com as cores já que a garota tem muita energia, ou seja muitas cores então é inevitável não acabar colorindo o chão de cor de rosa as botas e até sua amiga de cinza.
Este livro me lembrou o primeiro livro que peguei em uma biblioteca quando era criança: A fada que tinha ideias, pois ambos tem um cenário mágico então a leitura teve um sentimento e significado especial pra mim.

Lilly entrou e, ao pisar no lado de dentro, coloriu o chão de vermelho.
 - Oh não! Sou uma bomba de tinta ambulante!
 - Esse ficou bonito! – exclamou o mentor, passando a achar graça da situação. 

o livro teve um começo e meio-fim, isso mesmo o meio, o climax e o final ficaram interligados então não deu chance de aproveitar os detalhes de nenhuma dessas fases como deveria, o que me decepcionou um pouco. O fato do livro ser bem juvenil e os personagens inocentes foi ao mesmo tempo bom e ruim, pois a inocência deles nos cativam e enriquecem o cenário, porém deixa o livro bem bobo e sem emoção em certos aspectos, a forma como alguns acontecimentos ocorrem ou algumas situações são aceitas e resolvidas em apenas poucas palavras deixou o texto, que é maravilhoso, um pouco pobre.
Casualmente, se alguém me perguntar como leitora o que achei do livro eu com certeza direi: Uma gracinha *-* <3

Um comentário

  1. Oi Tami,

    Adoro a capa desse livro e a história parece ser ótima. bjs

    ResponderExcluir

Olá obrigada pela visita, acho DIGNO você aproveitar e comentar que tal? :D
Beijos.